Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • fpeneiras

    A zona de lazer da ponte romana de Monforte foi to...

  • Unknown

    Faça uma pesquisa sobre o periodo histórico do fil...

  • Mylena Souza

    Não sei se já viram esta historia bem feita . No N...

  • João Corbellini

    Está dito acima . O muro foi construído para prote...

  • Fabio Dias

    Como nao entendo muito, sempre tive duvidas de ond...



subscrever feeds



MAXIMINUS I TRACIUS
(Caivs Ivlivs Vervs Maximinvs
Imperador - 235 a 238 d.C.

Maximino

Nascido na Trácia por volta de 173 d.C., Caius Julius Verus Maximinus veio de uma humilde família (agricultores), provavelmente de bárbaros. Era um homem boçal e pouco instruído.

Devido a sua estatura gigantesca, sua tremenda força física e sua brutalidade, entrou no exército romano e percorreu uma brilhante carreira militar. Depois de se alistar na cavalaria, tornou-se guarda pessoal do imperador; mais tarde, serviu como tribuno durante o governo de Elagabalus, e foi o principal comandante militar no período de Severus Alexander.

Dirigiu uma legião, sendo depois nomeado Governador da Mesopotâmia. Casou-se com Caecilia Paulina, e foi acusado de matá-la pouco antes de aceder ao trono. Em 235, foi proclamado imperador por suas tropas amotinadas quando realizava a cobrança de impostos para recrutamento em Rhin. Por sua vez, nomeou caesar seu filho Maximus.

Manteve com sucesso sua campanha de dezoito meses contra os povos germânicos, repelindo os ataques bárbaros em Rhin e no Danubio. Moveu a sexta perseguição contra os cristãos. O seu reinado caracterizou-se por um ódio contra a nobreza e o senado.

A sua implacável crueldade contra o povo de Roma e contra todos aqueles que foram acusados de conspirar contra ele, provocou uma resistência contínua. À insurreição de Gordianus I e Gordianus II na África, em 238, sucedeu outra em Roma quando Balbinus e Pupienus foram eleitos co-imperadores pelo Senado. Maximinius que se encontrava em Pannonnia decidiu marchar contra Roma, mas ele e seu filho foram assassinado em 24 de Junho de 238 d.C. por sua própria guarda pretoriana. As cabeças de ambos foram colocadas em postes e ficaram expostas na cidade de Aquiléia.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes

  • fpeneiras

    A zona de lazer da ponte romana de Monforte foi to...

  • Unknown

    Faça uma pesquisa sobre o periodo histórico do fil...

  • Mylena Souza

    Não sei se já viram esta historia bem feita . No N...

  • João Corbellini

    Está dito acima . O muro foi construído para prote...

  • Fabio Dias

    Como nao entendo muito, sempre tive duvidas de ond...



subscrever feeds