Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • fpeneiras

    A zona de lazer da ponte romana de Monforte foi to...

  • Unknown

    Faça uma pesquisa sobre o periodo histórico do fil...

  • Mylena Souza

    Não sei se já viram esta historia bem feita . No N...

  • João Corbellini

    Está dito acima . O muro foi construído para prote...

  • Fabio Dias

    Como nao entendo muito, sempre tive duvidas de ond...






 Após passar os Pirenéus Orientais (218 a. C.) e os Alpes, de ter perdido cerca de 20.000 homens e a quase totalidade dos seus elefantes, Aníbal prossegue um avanço vitorioso sobre os romanos no Tessino, na Trébia, no Trasimeno e sobretudo em Canas, em 2 de Agosto de 216 a. C.

 Esta batalha travada na zona da foz do Ofanto, na região da Apúlia, em Itália, opôs o exército romano, comandado por Paulo Emílio e Terêncio Varrão, com um total de aproximadamente 80.000 homens, ao dos cartagineses liderados por Aníbal, com cerca de 50.000 combatentes. Os cartagineses alcançam uma vitória significativa, traduzida num terrível desastre para os romanos que contabilizaram cerca de 50.000 vítimas, entre as quais o próprio cônsul Emílio e 80 senadores. Contudo, e apesar de não existir força militar suficiente para defender Roma, o líder cartaginês não avançou para a capital, permitindo, deste modo, a sobrevivência histórica da civilização romana.

Canas
Canas

Autoria e outros dados (tags, etc)





Comentários recentes

  • fpeneiras

    A zona de lazer da ponte romana de Monforte foi to...

  • Unknown

    Faça uma pesquisa sobre o periodo histórico do fil...

  • Mylena Souza

    Não sei se já viram esta historia bem feita . No N...

  • João Corbellini

    Está dito acima . O muro foi construído para prote...

  • Fabio Dias

    Como nao entendo muito, sempre tive duvidas de ond...