Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • fpeneiras

    A zona de lazer da ponte romana de Monforte foi to...

  • Unknown

    Faça uma pesquisa sobre o periodo histórico do fil...

  • Mylena Souza

    Não sei se já viram esta historia bem feita . No N...

  • João Corbellini

    Está dito acima . O muro foi construído para prote...

  • Fabio Dias

    Como nao entendo muito, sempre tive duvidas de ond...





GORDIANUS I AFRICANUS
(Marcus Antonius Gordianus Sempronianus Romanus)
Imperador - 159 d.C. a 238 d.C.

Gordiano I

 

 

 

Gordianus I nasceu provavelmente em 159 d.C., era o filho de Maecius Marullus e Ulpia Gordiana (embora devemos por em causa o nome da mãe, já que esta foi provavelmente uma forma de Gordianus dizer que a sua mãe era descendente do grande Imperador Trajano). Torna-se cônsul em 222 aos 64 anos de idade e procônsul da África, no tempo de Severus Alexander, de 237-238 foi Governador da Bretanha Inferior. Com a idade avançada de 80 anos é apontado governador da Província de Africa por Maximinus I. Este provavelmente pensou e com razão de que Gordianus era inofensivo, caso as circunstâncias não tivessem sido maiores. Em 238, os funcionários de Maximinus estavam a recolher os impostos, pesados e injustos, aos proprietários de terras da Província de Africa, para custear as suas caras campanhas militares, quando em Thysdrus, os proprietários revoltaram-se e mataram os funcionários do Imperador. No entanto eles sabiam que havia apenas uma maneira de escaparem da ira de Roma: incitarem o seu governador à revolta, e declararem-no Imperador. Gordianus estava relutante, mas em 19 de Março de 238 ele aceita, e faz do seu filho co-Augustus. É então enviada uma missão a Roma, que assassina os apoiantes de Maximinus na Guarda Pretoriana. O Senado romano apoiou Gordianus I e votou a condenação da memória de Maximinus I. Agora no poder, Gordianus I anuncia o que vai fazer: acabar com a rede de informadores, com a polícia secreta, e pagar um bónus ao exército. No entanto o Governador da Numídia-Capellianus - permaneceu leal a Maximinus, e naquela zona a única legião que havia era a 3ª Legião Augusta, que estava na Numídia. Ela avança sobre Cartago, e suas tropas experientes derrotaram com facilidade a milícia fracamente armada comandada por Gordianus II, que foi morto durante a batalha. Após a derrota e a morte do filho, Gordianus I suicidou-se. Gordianus I governou por 22 dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)





Comentários recentes

  • fpeneiras

    A zona de lazer da ponte romana de Monforte foi to...

  • Unknown

    Faça uma pesquisa sobre o periodo histórico do fil...

  • Mylena Souza

    Não sei se já viram esta historia bem feita . No N...

  • João Corbellini

    Está dito acima . O muro foi construído para prote...

  • Fabio Dias

    Como nao entendo muito, sempre tive duvidas de ond...