Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • fpeneiras

    A zona de lazer da ponte romana de Monforte foi to...

  • Unknown

    Faça uma pesquisa sobre o periodo histórico do fil...

  • Mylena Souza

    Não sei se já viram esta historia bem feita . No N...

  • João Corbellini

    Está dito acima . O muro foi construído para prote...

  • Fabio Dias

    Como nao entendo muito, sempre tive duvidas de ond...





 General e político romano de seu nome completo Cneu Pompeu Magno, nasceu em 106 a. C. Era filho de Cneu Pompeu Estrabão, morto em 87 a. C.

 No ano de 83 a. C., sabendo da intenção de Sila de desembarcar em Itália, convoca três legiões em Piceno. Derrotado o exército de Mário, junta forças com Sila. De volta a Roma, honraram-no com o título de Magno (o Grande).

 Após subjugar a região da Numídia, deteve o avanço de Marco Emílio Lépido, um antigo partidário de Sila, sobre Roma em 77 a. C., derrotando-o conjuntamente com o seu aliado Marco Bruto.

 Nos anos de 76 a 71 a. C. solidificou a sua influência na Hispânia, derrotando os seguidores de Mário, pondo fim às guerras na península Ibérica. Regressado à capital imperial esmagou a rebelião de Espártaco. Foi eleito cônsul no ano 70 a.C. Partilha o poder consular com Marco Crasso, seis anos mais velho.

 A excessiva adulação concedida ao jovem general pelas suas conquistas em 64 a. C.(norte da actual Turquia e Palestina) representou para o povo romano o fascínio por um líder forte.

 Apercebendo-se disso, o aristocrata Lúcio Sérgio Catalina tentou chegar ao poder por meio de um golpe de estado em 63 a. C. Não foi bem sucedido e assim no ano de 60 a.C., Pompeu forma o primeiro triunvirato – tres viri (três homens), conjuntamente com Marco Licínio Crasso e Caio Júlio César, casando-se no ano seguinte com a filha deste. Após uma longa campanha venceu as facções rivais da Ásia Menor, anexando a Síria, organizando a Judeia, fundando colónias e novos territórios que abasteciam Roma com imensas riquezas. A sua fortuna pessoal atingiu então valores incalculáveis.

 A morte de Crasso no oriente colocou à frente dois rivais, Pompeu e César. As relações tensas com César viriam a piorar com a morte de Júlia em 54 a. C., precipitando a Guerra Civil quando César cruzou os limites da sua jurisdição, atravessando o Rubicão.

 Pompeu recruta um exército no Oriente e estabelece-se em Epiro. Mas a 9 de Agosto de 48 a. C., na batalha de Farsália, na Grécia, é derrotado, refugiando-se no Egipto, onde é assassinado no mesmo ano por Ptolomeu XIV, irmão e marido de Cleópatra em 28 de Setembro de 48.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Danúzio a 31.03.2014 às 08:58

Pompeu, por sua magnitude histórica, merecia maior espaço no blog. Extremamente resumida. Infelizmente, deixei de ir direto ao wikipedia para aqui vir.
Sem imagem de perfil

De carlinhos e lu a 28.09.2015 às 13:09

Esse aí teve a cabeça cortada por judas macabeu

Comentar post





Comentários recentes

  • fpeneiras

    A zona de lazer da ponte romana de Monforte foi to...

  • Unknown

    Faça uma pesquisa sobre o periodo histórico do fil...

  • Mylena Souza

    Não sei se já viram esta historia bem feita . No N...

  • João Corbellini

    Está dito acima . O muro foi construído para prote...

  • Fabio Dias

    Como nao entendo muito, sempre tive duvidas de ond...