Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • fpeneiras

    A zona de lazer da ponte romana de Monforte foi to...

  • Unknown

    Faça uma pesquisa sobre o periodo histórico do fil...

  • Mylena Souza

    Não sei se já viram esta historia bem feita . No N...

  • João Corbellini

    Está dito acima . O muro foi construído para prote...

  • Fabio Dias

    Como nao entendo muito, sempre tive duvidas de ond...





Titus

29.08.06
Titus
(Titvs Flavivs Vespasianvs)
Imperador - 79 a 81 d.C.

Tito


 Tribuno militar (39/12/30-81/11/13), filho primogénito de Vespasianus. Foi educado na corte de Nero com Britannicus (talvez porque Claudius I aprovasse as proezas militares de seu pai na Bretanha), e tornou-se grande amigo do rapaz. Começou a sua carreira como tribuno militar na Germânia e a seguir na Bretanha. Mais tarde, depois de ter sido questor, é nomeado lugar-tenente do pai na Judeia, em 66.

 Em 69, o pai faz-se proclamar imperador pelos soldados. Titus termina a guerra da Judeia, conquistando Jerusalém de assalto, em 70. Trouxe o candelabro dos sete braços para Roma onde o esperava magnífico triunfo.

 Durante o reinado de Vespasianus, Titus participou do poder imperial, apesar das insinuações de que fora considerado sucessor de Vitelius em 69. Ocupou sete consulados e comandou a guarda pretoriana. Na tarefa de manter a segurança (pois o reinado de Vespasianus, apesar de consciencioso e eficiente, não esteve livre de distúrbios), Titus mostrou tanta arrogância que poderia ser descrito como cruel.

 A 24 de Julho de 79, Vespasianus, seu pai, morre. Sucede-lhe Titus, como imperador, mas o seu império foi efémero, pois morre a 13 de Novembro de 81. Foi cognominado «As delícias do género humano». Pensou casar-se com a rainha Berenice, mas é obrigado a renunciar a essa ideia para não enfrentar a opinião pública desfavorável; possuía também um extraordinário – quase sinistro – talento para imitar a letra de outras pessoas.

 Durante o seu reinado três calamidades ocorreram: um incêndio em Roma, uma terrível peste e a famosa erupção do Vesúvio que engoliu Pompeia, Herculano e Stabia, mas nem esses fatos diminuíram a reputação favorável que gozou durante e depois de seu reinado, e que poderia ter sido diferente se ele tivesse governado mais tempo. Entretanto, várias das histórias relatadas sobre ele revelam alguma preocupação com a moralidade; a mais enigmática é a observação, feita em seu leito de morte, de que se arrependia de apenas uma coisa que fizera em sua vida. O que quer que fosse, sua generosidade e bom senso em face das irritações e das intrigas, principalmente de seu irmão Domitianus, e as medidas úteis que tomou quando no poder (em especial contra os informantes) têm mais peso.

 Titus deu o seu nome a terras e ao arco que celebra o seu triunfo. A sua morte foi chorada por todos.

Sucedeu-lhe seu irmão Domitianus.


Detalhe do Arco de Tito, erigido em 71 d.C., que se encontra na Via-Sacra de Roma. Representa soldados romanos levando o sagrado candelabro do Templo de Jerusalém.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.08.2008 às 05:37

Olá, «Marius70». Espero que tenhas tido umas boas férias. Posso perguntar porque Tito era conhecido como «As delícias do género humano» e porque razão não pode casar com a Rainha Berenice? Enviado por Mauro em agosto 30, 2006 11:45 AM

Olá Mauro, agora vou para férias, parte II :)). Tito, conhecido inicialmente por “o novo Nero”, pela sua fama de cruel e intolerante, foi apodado de «As delícias do género humano» pelos seus súbditos, em honra às suas grandes virtudes e benefícios feitos ao povo (para quem arrasou Jerusalém, não deixando pedra sobre pedra!!!...). "Diem perdidi", se lamentava o imperador Tito, cada vez que não conseguia fazer o bem a alguém. Se um dos benefícios foi o "Coliseu" inaugurado por ele, para deliciar o povoléu com aquele antro de morte, então os romanos lá tinham as suas razões para tão "grande" cognome a Tito. ................//............... A Rainha Berenice (irmã do Rei Herodes Agripa II, rei judeu ( 50-93 ) ), aquando a Grande Revolta Judaica em 66, tomou o partido dos romanos. Segundo a lenda, ela e o irmão instigaram a destruição do Templo de Jerusalém, pois acreditavam que era a única hipótese de aplacarem a revolta. Depois da tomada de Jerusalém, em fontes judias, ela é considerada como a prostituta que entrara de mãos dadas com Tito quando este subia para o “mais Sagrado dos Sagrados Templos” no monte de Jerusalém, Berenice vai para Roma, onde vive com Tito tendo sido denominada de "Augusta". É conhecido por Suetónio que, Tito, por volta de 74, tinha intenções de casar com Berenice. A opinião pública, porém, não toleraria tal casamento, pois Berenice era judia (o anti-semitismo era frequentemente usado contra a revolta em Jerusalém). A situação era precedida pelo caso de Marco António e Cleópatra, e tal como esta, representava uma ameaça à estabilidade de Roma e também era tida como Concubina Estrangeira, pois jamais o sangue de um romano poderia acasalar legalmente em núpcias com um outro sangue. Assim em 79, após a sua proclamação como Imperador, Tito sentindo o desagrado que a sua noiva provocava no povo romano e no Senado, rompeu com Berenice o destino que os juntava. Suetónio refere que “foi doloroso para ambos”. Doloroso ou não, certo é que Berenice na segunda vez que visitou Roma, tentou aproximar-se de novo de Tito mas sem resultado. Agora só em peças de teatro, poemas, óperas é que estas almas foram reunidas. Enviado por marius70 em agosto 31, 2006 08:55 AM

Berenice a qual se deu um nome de constelação (Cabeleira de Berenice). Mas agora ha uns romanos em Portugal que são estúpidos e podem lixar a própria Roma Enviado por tron em agosto 31, 2006 04:27 PM

Tron a Berenice que deu o nome à Constelação não foi esta Berenice. Esta era judia e a da constelação, BereniceII, era do Egipto. A Lenda da Constelação da Cabeleira de Berenice Por volta de 243 AC, a rainha Berenice II do Egipto prometeu seus longos cabelos a Afrodite se seu marido, Ptolomeu II Euergetes retornasse são e salvo da guerra contra os Assírios. A deusa atendeu ao pedido, e Berenice cortou sua cabeleira, oferecendo-a no altar; no dia seguinte, porém, ela havia sumido. O astrônomo da corte afirmou que Afrodite ficara tão encantada com a oferenda que a levara para o céu. Desde então, o asterismo anteriormente conhecido como a cauda do Leão foi popularizado com o novo nome, oficializado pela União Astronômica Internacional em 1928, quando da definição das 88 constelações oficiais. Enviado por marius70 em agosto 31, 2006 08:12 PM

Só para deixar um abraço e desejar-te bons banhos e boas sardinhas. Quanto ao Tito, tal como o pai, pelos vistos não gostava lá muito dos judeus! Feitios!... Enviado por Jorge G. em setembro 1, 2006 03:16 AM

marius obrogado pelo esclarecimento trocar ideias é sempre forma de cultura Enviado por tron em setembro 1, 2006 04:57 PM

O titus nacionalus quer manda tropa para fenícia sem razão de ser ,alem de fechar academias como isso fosse lucrativo, passa no meu blog e vês que não estou a falar por enigmas Enviado por tron em setembro 2, 2006 03:55 PM

Hoje um imperador faz anos Enviado por tron em setembro 5, 2006 12:47 PM

Algo de podre se passa no imperio nacional Enviado por tron em setembro 7, 2006 11:00 PM

de facto a lusitania está podre Enviado por tron em setembro 9, 2006 02:09 PM

O Nero Rosa anda a fazer das suas Enviado por tron em setembro 17, 2006 01:12 PM

Quem acabará com os podres da lusitânia Enviado por tron em setembro 18, 2006 09:02 PM

Comentar post





Comentários recentes

  • fpeneiras

    A zona de lazer da ponte romana de Monforte foi to...

  • Unknown

    Faça uma pesquisa sobre o periodo histórico do fil...

  • Mylena Souza

    Não sei se já viram esta historia bem feita . No N...

  • João Corbellini

    Está dito acima . O muro foi construído para prote...

  • Fabio Dias

    Como nao entendo muito, sempre tive duvidas de ond...